segunda-feira, 19 de junho de 2017

A proibida ilha sentinela do norte



A Ilha sentinela do Norte é uma das Ilhas que vive mais de  40 a 500 habitantes, onde não  reebe nenhum tipo de contato com o mundo ao seu redor, não  tem tecnologia e bem comunicação  com a sociedade.
A Ilha Sentinela do Norte é uma das ilhas do arquipélago das Andamão, na baía de Bengala. Encontra-se a oeste da parte sul da Ilha Andamão do Sul. A maior parte da ilha é coberta por florestas.
O povo Onge estava ciente da existência da Ilha Sentinela do Norte, cujo nome tradicional é Chia daaKwokweyeh.Eles também têm fortes semelhanças culturais com o pouco que tem sido remotamente observado entre os Sentineleses. No entanto os Onge que foram levados para a Ilha Sentinela do Norte pelos britânicos durante o século XIX e mais tarde por volta de 1980 não conseguiram entender a língua dos Sentineleses
A primeira menção conhecida sobre a Ilha Sentinela do Norte foi feita em 1771 pelo agrimensor britânico John Ritchie, que observou "uma infinidade de luzes" a partir de um navio de pesquisa hidrográfica da Companhia das Índias Orientais.
Oficialmente, a ilha foi administrada pela Índia como parte do Território de Andamão e Nicobar desde 1947, no entanto, porque nunca houve qualquer aliança com o povo da ilha, ela existe em um estado de limbo curioso sob a lei internacional estabelecida e pode ser visto como uma entidade soberana sob proteção indígena. É portanto, de facto, uma das regiões autónomas da Índia.
O governo de Andamão e Nicobar declarou em 2005 que não têm nenhuma intenção de interferir no estilo de vida ou habitat dos Sentineleses e não está interessado em prosseguir qualquer contato com eles.

0 comentários:

Postar um comentário